A virgem Maria, será?

Mateus 1:25. A virgem Maria, será?

No estudo de hoje vamos analisar se a Bíblia afirma a perpétua virgindade de Maria.
No verso de Mt 1:25, a inferência que se tem é que ela ficou virgem somente até Jesus nascer, pois diz que José não teve relações com ela até o dia do nascimento de Jesus, assim está escrito, inclusive na versão judaica.
Outro verso do Novo Testamento que trás, por si mesmo, a mesma interpretação é em Lucas 2:7, onde diz que Maria deu a luz o seu primogênito, ou seja, ao seu primeiro filho. Pra quê citar primeiro se não houve segundo? Se não houvesse segundo filho, não citaria Jesus como primogênito, mas como unigênito ou único, como aconteceu em Gn 22:1,2 e Jo 3:16.
Ainda, o verso de Mt 12:46 e 47, onde diz que Maria e os irmãos de Jesus o chamavam, perde o sentido se “irmãos” ali são “primos” ou filhos de José de outro casamento, pois, se assim o é, porque eles estão ali com Maria a qual nem é a mãe deles?
Ainda, se José teve outros filhos, Jesus, pela lei judaica, não seria o legítimo herdeiro do trono DE Davi conforme Lc 1:31-33.
Outro fato não menos importante registrado no Velho Testamento é sobre o Salmo Messiânico 69:8 que faz uma profecia sobre a vida do Messias, e nesse salmo, o mesmo cita um conflito que Jesus teria com seus irmaos e enfatizando que esses irmãos seriam filhosjustamente DE sua mãe. Essa profecia é cumprida também em Jo 7: 1-9.
Por isso, os versos de MT 13:55,56 se tratam de irmãos e irmãs de sangue de Jesus, a partir desta análise das escrituras. (Pr. Elvys Tierney)
Anúncios

CRISE EXISTENCIAL E DE FÉ (Ml 3:13-15)

CRISE EXISTENCIAL E DE FÉ (Ml 3:13-15)

Muitas vezes pensamos e dizemos as mesmas coisas que as pessoas falaram em Ml 3:13-15. Falamos que é inútil servir a Deus, que quem vive sua vida de pecado e soberba se dá bem, escapa do sofrimento, enquAnto que a Gente que procura servir e temer ao Senhor fica padecendo necessidades.
Sobre este assunto vamos aprender duas coisas:
1- Este conflito existencial não é Um privilégio nosso, homens de Deus do passado, tiveram a mesma crise. Veja:
Um dos maiores músicos da Bíblia e que também enfrentou as mesmas crises existenciais foi Asafe. Veja o que ele disse e a qual conclusão ele chegou depois de indagar bastante com Deus: Sl 73:1-28.
O outro homem da Bíblia que também entrou no mesmo conflito foi Jó. Veja o que ele disse e sua conclusão final: Jó 21:6-18; 42:1-6.
No Novo Testamento temos o primo de Jesus, João Batista, que, por causa da sua prisão e sofrimento, Também entrou em crise existencial e de fé, veja: MT 11:2-6.
2- Deus permite o sofrimento para nos lapidar, nos Poldar e, principalmente para nos fazer entender que o nosso foco enquanto cristãos verdadeiros, não é essa vida, mas a vida eterna com Deus. Veja o que a Bíblia diz sobre isso: Dt 8:2-5,16; Dn 12:10; Lc 16:19-31; Jo 16:33; At 14:22; Rm 8:18, 28; 1 Cor 15:19. (Pr. Elvys Tierney)

DEUS NÃO MUDA

Ml 3:6. DEUS NÃO MUDA

Deus não muda, e foi exAtamente isso que Ele falou nesse versículo. O que Deus está dizendo aqui é que, independente da rebeldia e pecado do povo, o amor e fidelidade do Senhor permanece o mesmo para com eles, por isso Deus os suporta, luta por eles e não os destrói duma vez.

Esta palavra também é para cada um de nós. Mesmo com nossas rebeldias, defeitos e pecados, o amor e fidelidade de Deus para conosco nunca se altera e isso acontece também com relação as atitudes do Senhor em relação a nós, ou seja, enquanto estivermos vivos, as ações de Deus em relação a gente serão sempre de fidelidade e de amor, Ele nunca desistirá de nós, e quando castigar é porque quer nos melhorar.

Jesus não desiste nunca de nós, mesmo a gente não merecendo e traindo Ele muitas vezes. Esta palavra SÓ nos demonstra que só perde a salvação e só se afasta de Deus Quem quer, pois o Senhor nunca desiste de nós, Ele não é como o homem que muda.

Vamos dar uma passeada na Bíblia e ver que a mesma confirma este tema: (Nm 23:19; Sl 119:90; Lm 3:22,23; 2 Tm 2:13; Hb 13:8; Tg 1:17)

O MELHOR CURSO DE TEOLOGIA DO BRASIL

Pr. Elvys Tierney aqui. Baseado em alguns anos de experiência e estudos, montei um CURSO DE TEOLOGIA CRISTÃ que considero um dos melhores do Brasil.
Ele é objetivo e se estende desde o básico em teologia às especializações que ofereço em pedagogia cristã e em psicanálise.
No momento, os cursos estão acontecendo apenas na forma à distância, com material enviado online ou por correio, com direito a certificado emitido pelo Instituto Edukar.
O curso que ofereço para meus discentes, permite a eles um crescimento tanto no âmbito técnico, bem Como no espiritual.
No link abaixo, você tem acesso a um estudo biblico gratuito (Obs: oferecemos estudos Bíblicos sempre gratuitos online e presencial) e no final do mesmo, links para acessar todos os meus cursos:

👇🏻

https://institutoedukar.wordpress.com/2018/08/05/um-dia-a-palavra-de-deus-nao-estara-mais-na-terra/

PASTORES ENRIQUECENDO

Zc 11: 4,5. Enriquecendo como pastor.
Esses versos são magníficos e neles, Deus está falando exatamente o que está acontecendo nos dias de hoje: pessoas usando os seus ministérios pastorais para enriquecer. Não é errado ser rico, mas escolher ser pastor com o objetivo DE ficar rico é, ainda mais, quando, na verdade, os tais pastores nem se compadecem das ovelhas, mas as enxerga como clientes DE um lucrativo negócio.
É muito interessante ver que já no Velho Testamento o Senhor já tratava deste assunto.
No verso 5 diz que:
1- As ovelhas são compradas, tratadas como negócio;
2- São mortas, pois não são alimentadas com o conteúdo da palavra, e não são acompanhadas;
3- Os pastores não são punidos, não há quem os adivirta;
4- As ovelhas são vendidas, tratadas de novo como negócio;
5- Os pastores glorificam a Deus porque enriqueceram ÀS custas das ovelhas;
6- E, por fim, os pastores não se compadecem das suas ovelhas, só querem retirar delas.

JESUS ERA POBRE

Zc 9:9.
Neste verso, Jesus é chamado DE “pobre”. Em outras versões, em vez de “pobre” está “humilde”. 
Este versículo é muito interessante porque retrata que Jesus, apesar do ministério estrondoso que tinha, ele era um homem simples, humilde e, pelos relatos bíblicos, até mesmo pobre. Analise os versos seguintes: Is 53:3; Mt 8:20; Mt 13:54-58; Lc 2:7,12.
Esses são alguns versos que elucidam a condição econômica e social de Jesus Cristo.
Esta informação é interessante porque atualmente tem se difundido que o sinal que Deus aprovou o ministério de alguém ou que está na vida de alguém é se este alguém adquirir muitas posses materiais. Não é errado ter posses materiais, nem ser rico, mas esse não deve ser o nosso propósito em ser cristãos e em ter um ministério da parte do Senhor, muito menos a riqueza ou posses são o atestado da aprovação divina na vida de uma pessoa: I Tm 6:5-11; Fl 1:15-18.

IMPEDIMENTOS ÀS NOSSAS ORAÇÕES

Zc 7:12,13 – Quando que Deus não ouve as orações?

Nesses versos Deus está dizendo que clamou e procurou o povo e o povo o rejeitou, por isso, quando o povo precisou dEle e clamou, Deus também não atendeu.
É uma palavra forte, parece até cruel e radical, mas a Bíblia ensina que nem todas as orações Deus ouve (ouvir no sentido de atender). Existem orações que Deus não ouve, São elas:
1- Quando se vive desobedecendo as orientações Deus e colhe os frutos da desobediência, não adianta orar pedindo que as consequências não venham, pois Ele não vai ouvir quanto a isso (v. 13;14);
2- Quando se busca a Deus para atender a vaidades, ganância, vingança, ao proprio ego etc. (V. 5,6; Tg 4:1-3);
3- Quando se vive no pecado, na carne, em amizade com o mundo, Deus se afasta e não ouve as orações (Tg 4:1-4; Is 59:2);
4- Quando se vive em briga e maltratando o conjugue (Tg 4:1-3; I Pd 3:7). (Pr. Elvys Tierney)

CIRO, O UNGIDO DO SENHOR

Isaías 44:28 – CIRO, O UNGIDO DO SENHOR

Ciro foi o fundador do Império Persa, um Império que governou o mundo da época em torno DE 500 a.C. 
Este grande governador entra nos relatos Bíblicos porque Deus ungiu e usou ele para trazer de volta muitos judeus que haviam sido espulsos da sua pátria e Tambem autorizou e ajudou financeiramente a restauração de Jerusalém e do seu templo, bem como ordenou a devolução dos tesouros do templo que Nabucodonosor, imperador da Babilônia havia saqueado do templo de Salomão. Na verdade Ciro foi conhecido na história por ser um governante bondoso e complacente com relação as religiões e culturas dos povos que ele dominou.
O que chama atenção na narrativa Bíblica sobre Ciro, é que Isaías profetiza sobre ele 100 anos antes de ele nascer e 150 anos antes de Ciro colocar em prática o que havia sido profetizado a respeito do que ele faria por Jerusalém. Uma das vezes que Deus diz em Isaías “chamei-te pelo teu nome”, e com relação a Ciro, querendo dizer “antes de você nascer, eu já cito o seu nome” (Is 45:4). Alguém pode indagar que os pais de Ciro e seus aliados ficaram sabendo da profecia de Isaías e por isso colocaram o nome do filho assim e Ciro resolveu seguir conforme estava escrito. Porém, esse argumento SÓ seria válido se estivéssemos falando de um rei israelita, do próprio povo de Isaías. Ciro era de outro povo, com outra Cultura, outra religião, provavelmente o zoroastrismo, fundada por Zaratustra, que adora outra divindade… Então esse argumento não procede! Não faz sentido querer obedecer a profecia de um outro povo e que ainda é escravo! Sem falar que Ciro foi benevolente não só com os judeus.
Este acontecimento, atestado pela história ensina pra nós que:
1- A Bíblia verdadeiramente é a Palavra de Deus, que anuncia até o futuro. É mais uma prova da canonicidade bíblica, ou seja, que verdadeiramente ela foi inspirada por Deus (2 Tm 3:16,17; 2 Pd 1:20,21)
2- Que Deus pode usar os ímpios para cumprir seus propositos e para abençoar o povo dEle (Nm 22:21-33; Lc 19:40);
3- Que mesmo pessoas de outras religiões e crenças podem abrir o coração para fazerem atos de bondade e deixarem Deus as usarem para o bem (Lc 10: 30-37; At 10:1-48).

O CRISTÃO E A POLÍTICA

Ag 2:1-9; 20-23. O CRISTÃO E A POLÍTICA.

Nesses textos acima Deus está dizendo claramente que vai usar Zorobobabel e seu cargo político de governador para restarurar Jerusaléme e seu templo. Zorobabel é autorizado por Ciro (outro político usado por Deus), a voltar da Babilonia com muitos judeus para Jerusalem com este objetivo. Na é poca, o sumo sacerdote era Josué, mas nesses textos, Deus dá mais ênfase à missão que Zorobabel fará enquanto governador do que a missão de Josué como sumo-sacerdote. 

Esta história ensina pra nós que:

1- O Cristão pode se envolver em política. Deus não usaria Zorobabel como governador se fosse algo errado, nem tão pouco colocaria José (Gn 45:8), Davi (2Sm 5:12), Daniel (Dn 6:1-3) e Neemias (Ne 2:1), que são outros personagens biblicos, em cargos políticos de Nações pagãs, na maioria dos citados, se fosse algo pecaminoso. 

2 – Todo cargo público tem três objetivos, sendo o último o mais importante: gerar um salário digno para o servidor, servir de verdade o povo e cumprir os propósitos de Deus na nação (Sl 144:15; Pv 29:2,4; Rm 13:1-13). No texto mencionado de Ageu, Deus incumbiu a Zorobabel a missão de executar sua vontade. (Pr. Elvys)

O CRISTÃO UMBILICAL

CRISTÃO UMBILICAL
Ageu 1:9. 
Este verso é fortíssimo! Nele (e em BoA parte do capítulo), Deus desabafa sua indignação por ser colocado em segundo plano nas prioridades dos judeus. Deus diz aqui que a maldição tem chegado às vidas dos judeus porque eles colcaram suas prioridades e vontades acima e na frente da vontade e das coisas relacionadas a Deus. O templo onde se cultuava e buscava a Deus estava em ruínas, enquanto que as casas deles estavam cheias de mordomias e bem cuidadas (Ag 1:4).
Nos dias de hoje não é diferente! Muitos que professam o título de cristãos, mau arrumam um tempo semanal para ler e meditar na Bíblia, mas gastam horas diárias no what zap e face book e outros sites da Internet. Correm atrás das suas vontades e prioridades, mas quando se trata do Reino de Deus criam logo uma desculpa! Se afirmam evangélicos, mas só vão aos cultos e só contribuem com ofertas e serviços para o Reino de Deus quando dá vontade e, supostamente, sobrar tempo e dinheiro. Não se importam e não se cansam em andar horas no shopping, na praia ou na esteira da academia, mas diz que é cansativo ter que caminhar até o culto e ficar em pé durante os louvores e oração. Deus está vendo tudo isso! Gastam rios de tempo, dinheiro e energiA com suas próprias vontades e, até mesmo, com coisas que muitas vezes são apenas vaidade, desperdício e prejuízo para suas vidas, mas para as coisas de Deus mentem, isso mesmo, mentem dizendo que não tem! Sem falar naqueles que só vão “a igreja” (aos cultos) para receber bênçãos, e quando nada recebem, desviam ou procuram outra denominação ou religião. Sei que mesmo lendo ou ouvindo está palavra da parte de Deus, muitos supostos cristãos continuarão agindo da mesma forma umbilical (olhando para o próprio umbigo), mas essa palavra não é somente para orienta-los a mudar, mas tbm para alertar sobre três coisas: 1- Deus está vendo tudo isso; 2- no dia do julgamento final ou quando as coisas começarem a dar errado para você, tu não poderá dizer que nao foi avisado e exortado; e 3- não colocar Deus em primeiro lugar na vida trás maldição. Por isso que há muita gente que vive embaraçada, ou no casamento, ou na saúde por causa de vícios, ou em dívidas, e anda em círculos em áreas da vida, não conseguindo sair lugar.
Leia esses outros textos bíblicos que confirmam esta mensagem: Mt 6:10, 33; Lc 14: 16-27,33. (Pr. ELVYS TIERNEY)